A Batata Frita é Anti-Afrodisíaca


Pois... É, sim senhor.

E digo mais. Até pode haver por aí muita coisa que corta o ambiente mais favorável a um bom enrolanço (que a há...!), mas poucas que cortem TANTO a vontade à malta de "encaixar" fortemente do que o raio da batata frita.

Acontece que - como muitas vezes na minha semana - fui almoçar ao meu 3ºB.
Ementa de luxo, tenho a dizer-vos.
Batata Frita, com ovo estrelado (em muito óleo), acompanhando salsicha "Isidoro"... frita.
Um verdadeiro manjar dos deuses, tão saudável, tão saudável, tão saudável... que não poderia ficar completo se não lhe juntasse as três colheres de maionese que completaram o prato, num belo montinho branco, a dar um ar de pureza e castidade ao conjunto da minha refeição.

Como não tenho empregada e o gato (sei eu lá porquê!...) se recusa a cozinhar, tive eu de "vergar a mola" e pôr tudo o que era frigideira da casa em cima do fogão e... "lá vai disto".

Mas... se ovos e salsichas demoram pouco a preparar, já o aquecimento do óleo para a fritura da batata demora bem mais e - apesar de haver o chamado exaustor - a cozinha fica com aquele ar contaminado, com as partículas "gorduro-odoríficas" em ambiente de grande festejo a povoar toda aquela (pequena) área que vai do chão ao tecto da divisão.
E a malta ainda fez melhor... foi ver um daqueles programas de humor que dão na televisão àquela hora - como é que se chamam... Ah! Sim... TeleJornais!... É isso! Pois, fui ver um desses - e esqueci-me do Fula ao lume. Quando fui colocar as batatas... foi uma paródia, claro.

Resultado: O "bel" odor ao Fula que banhou a minha batata frita... aqui está... a fazer-me companhia, tal como se de um cão se tratasse. Mais fiel que um de guarda e mais grudado em mim do que um daqueles vadios que simpaticamente nos perseguem na rua.

Ora... e se a "mulher da minha vida" se cruzar comigo antes que este bedum se vá?...
Não vai querer nada comigo!...
Sim... porque se há certezas que tenho na vida... essa é uma delas.
Enquanto este cheirinho de batata frita subsistir... não há enrolanço, não senhor.
Ou seja, a ÚLTIMA coisa que eu posso desejar agora é ver (ou melhor... ser visto... e - inevitavelmente - cheirado) por uma gaja jeitosa que nunca fala comigo e hoje decida perguntar-me as horas ou pedir-me lume para o cigarro.
Já para não falar na vizinha do 5º Esquerdo...!

O mesmo se aplica à malta que vai ter com a cara-metade depois de ter passado pelo McDonald's, pela cantina da faculdade, pelo snack "ali da esquina" ou pelo restaurante que, por estar tão cheio, só tinha uma mesa livre e essa era juntinha à porta da copa.
Para esses... também não há "ragabófe".

Gajo ou gaja que se preze, não vai sentir vontadinha nenhuma de... ... imediatamente, ao segundo em que as partículas "gorduro-odoríficas" de quem estiver à sua beira penetrem nas suas fossas nasais, provocando assim como que uma reacção do género "Baigon - repelente".
Bom... a não ser que isso seja um fetiche até agora desconhecido, claro.
Como há gente para tudo, é bem capaz de haver por aí alguém para quem o odor à batata frita seja um atractivo "turn on" e o resto ser encarado como uma refeição (necessariamente de "fast food" - o que, pronto... também há quem goste), tomada numa "casa de pasto" com um menu extremamente... "colorido".

Eu, cá, não sou desses e acho que neste momento sou o gajo com menos sex-appeal à face da terra - quer dizer... exceptuando uns quantos gajos mesmo muito feios que, mesmo bem perfumados, talvez não se safem.

Ah! Resta-me dizer que não está provado que os croquetes de carne e os bolos de bacalhau também sejam anti-afrodisíacos.
Pensando bem... acho que bem pelo contrário.

Atente-se neste conceito. Estar no "truca-truca" e poder intercalar com um bolinho de bacalhau, estrategicamente colocado num prato de sobremesa no chão ou na mesa-de-cabeceira...

...sinceramente, parece-me uma mais-valia e não um "estraga-f***s"...!



6 inSensinho(s) assim...:

Didas disse...

Há taras para tudo, ele há taras para tudo...

so disse...

que crueldade, vir para aqui falar de batatas fritas e bolinhos de bacalhau e croquetes e salcichas a pessoas que estão de dieta... é cruel... :(

e só para castigo amanhã ao acordar devias descobrir que te nasceu um brócolo ou uma couve-flor em sítios menos próprios. pimba, bem feita! :P

Solteirão disse...

Esta não é uma problemática nova. Devido a este assunto, ainda tabú em muitas marcas de batatas-fritas por esse mundo fora, a Matutano procedeu a uma mega-investigação e parece que, ainda este ano(!!!!) vão sair as primeiras batatas fritas anti-anti-afrodisíacas!

Não sei pormenores, só ouvi dizer que não cheiram a batatas, não parecem batatas e, consta até, que não são batatas.

O resto está no degredo dos deuses ;)

covinhas disse...

aiiii batatas fritas...eu sou viciada em batatas fritas. podem ser de pacote, de qualquer marca e feitio...podem ser fritas em casa, aos palitos, rodelas ou cubos...e neste caso que se lixe o cheiro a fritos...so de pensar no prazer de trincar uma batatinha quente...maravilha.

PS:agora fiquei com vontade de comer batatas fritas...e ainda ontem, no intervalo da pintura de cadeiras, comi quase meio pacote...uhmmmmm

K@ disse...

Caríssimos e InSensatos Visitantes:

Peço-vos que moderem a utilização da palavra "pacote".
Há gente séria que também visita este burgo e a insinuação badalhoca que essa palavra arrasta consigo é por demais evidente, o que pode denegrir a imagem do InSenso Comum.

Muito Agradecido!

O InSensato Autor

covinhas disse...

pacote...é pacote de batatas fritas. pacote de pastilhas. pacote de rebuçados. pacote de biscoitos. pacote de bolachas. pacote de lençoes. pacote de leite. pacote de sumo....

era só para esclarecer que para mim pacote é pacote. pacote de batatas fritas. pacote de pastilhas. pacote de rebuçados. pacote de biscoitos. pacote de bolachas. pacote de lençoes. pacote de leite. pacote de sumo....


;))