El Escaldón



Estou em crer que, em certas coisas, sou uma absoluta desgraça, mas que, não bastando isso, numa data de outras coisas, sou um absoluto... desgraçado.

Parece-me ser este o caso do meu Escaldão Anual, assim já por mim nomeado, visto que acontece uma vez por ano, sensivelmente na mesma altura, e numa única ida à praia. A repetição do sucedido e dos seus pormenores já o tornam assim numa espécie de evento anual que, a continuar, mais vale apontar logo na agenda, para não surgir de surpresa, com tem acontecido.

E, de facto, após o maior de todos me ter acontecido o ano passado... voltou a acontecer este ano. Na mesma praia, no mesmo mês, mais ou menos no mesmo fim-de-semana e quase da mesma forma. A diferença esteve no facto de que, de pré-aviso devido ao dramático escaldão que apanhei há um ano atrás, desta vez tive o cuidado de passar por três vezes (!) um creme protector pela pele. Uma atenção que rendeu como o caraças, está visto!...

O dia de praia estava óptimo. Muito sol, só uma ou duas pequenas nuvens no céu, temperatura agradável (nada de muito calor) e mar invulgarmente calmo e praticamente sem ondulação. Um dia perfeito para gozar os prazeres de uma ida à praia. Ao fim de cinco horas, o calor era maior na pele do que no ar e toca de voltar para casa, onde foram conferidos os avultados "estragos", causados pela sobre-exposição da InSensata Pele ao sol. Não me alongo sobre este aspecto, digo só que... está "mauzito".

O ano passado - pequena consolação - foi bastante pior. De tão cansado que estava, adormeci na areia, por volta do meio-dia, sem protector solar. Ainda me dei ao luxo de rolar (como se estivesse na cama - tal era a minha necesidade de dormir naquele dia), tornando, assim, mais fácil o trabalho do "sol-grelhador" que se juntou à festa. Resultado (até pelo pormenor de eu rodar o corpo): digamos só que agora sei - ou penso saber - minimamente o que sentirá um porco no espeto (ou "pígue íne spáite" - que é o termo técnico mais correcto). O caso foi de tal forma grave que o farmacêutico me aconselhou a consulta a um médico e eu andei duas semanas a sofrer fortemente.

Desta vez... estou em versão "camarão semi-escaldado em água a ferver". Vermelhão, pois claro. Dorido, também. Mas nada que se compare. Há a dorzinha nas costas (zona mais vermelha", nas "dobradiças" (atrás do joelho, devido às fricções "pele-com-pele" e "pele-com-pêlo") e imediatamente por cima do calcanhar que, inexplicavelmente, é a zona mais afectada por queimadura. Estranho...!
Agora, além de andar dependente de cremes, o que é meio abichanado, tenho a barriga e as costas vermelhas e também não me fico nada satisfeito, visto que pareço ter uma camisola do Benfica vestida 24 horas por dia (pá...Deus m'a livre!!!).
Dois motivos que me bastam para bater na madeira não querer que volte a acontecer...! Porra!...

5 inSensinho(s) assim...:

JC disse...

K@, com a seca que se faz sentir, um escaldão desses, era o suficiente, para você virar incendiário ao mais pequeno descuido!!!
Vá mantendo a camisolinha que o Benfica agradece.
As melhoras e... para o ano, mais cuidado. Senão, os sportinguistas não vão gostar, e começam a chamar-lhe vira-casacas!!! Neste caso... Vira camisolas.(?)

so disse...

pois... a mim tb me caiu a pele e tal, mas isso é porque eu sou burra enão pus creme. claro que tb não fiquei assim tão «benfiquista», mas nas costas a coisa foi bastante dolorosa. e nos ombros.

de qualquer maneira, estás no bom caminho. se continuares a treinar assim vais ver que te habituas!

BorboletaDeCanela disse...

Cremes são bons e funcionam até às 11h da manhã e depois das 16h30m, até lá, fora do sol, fora da praia!!!!

Mágico disse...

k@,
Alinhamentos para artistas é só no próprio dia, e às vezes até mesmo para os próprios apresentadores. Ficaram de me dar hoje uns pormenores, e se nao for eu a ligar.. ai.. ai..
Mas entre as 10h e as 13h actuo.. deve ser mais perto das 13h.. Poes a gravar programado :)

Quanto aos escaldões... isso comigo também é sempre certinho. Nem com protector 30... Tive aí uns anos que já nem podia ver a praia à frente por causa dos escaldões... Não há nada como uma bela de uma sombra :D

calózita disse...

tsss, tsss, tsss. nem ao menos para aprenderes com os erros dos outros!
e o pior nem é agora a dor atroz. desgraçadamente, depois da dor vem o repenicar, a comixão de dar em doido - é a pele a agonizar, a morrer, e a cair.
eh, eh! tb vais ficar com a doença do michael jackson, como eu!!!