Faltam pouco menos de 45...

Não há um prazo de validade para este blog.

Quero eu dizer que, no dia
15 de Novembro de 2004, não foi prevista uma data para o seu fecho, morte, invalidez permanente ou para o simples facto de a criatividade se esgotar, decretando a entrada deste burgo num estado vegetativo, sem qualquer qualidade de escrita.
Não que haja muita agora... mas...

No entanto, obriga-me o meu sentido de serviço público a informar-vos que - apesar de não haver qualquer prazo para as situações que acabei de enumerar - este blog tem, inevitavelmente, os dias contados.

Não passará do dia 3 de Fevereiro de 2050.

A razão para o fim?... A minha própria morte.

A sério.
Faltam pouco menos de 45 anos para que este vosso InSensato amigo (nessa altura, gajo para os seus 74 anos de experiência) desapareça do mundo dos vivos e passe definitivamente "para o lado de lá", com direito a passagem pelo purgatório e - se tudo correr bem - também à escolha do destino seguinte.

Não estou à espera de grandes reacções de quem agora recebe esta notícia.
Não espero tristeza nem festa. Simplesmente, não espero nada de especial.
Seja como for, só gostava de ser lembrado. Bem ou mal, pouco me importa.
Por isso, estejam à vontade para agir como vos der na real veneta.

Julgo que estejam a pensar que, para saber de forma tão exacta o dia do meu perecimento, eu planeio suicidar-me nesse fatídico dia do início de Fevereiro, daqui a 45 anos. Nada disso. Essa é a minha minha data "oficial" de falecimento. Conheci-a há algum tempo atrás.
Como? Nada mais fácil...!

Um dia destes, quando navegava as águas pouco profundas da Internet, encalhei num site deveras interessante a que já tinha acedido há muitos anos e de que já nem me lembrava. A página inicial apresenta um relógio bem janota com uma caveira e uns parâmetros que o visitante tem de preencher. Finda a operação... ficamos a saber o dia em que vamos terminar a nossa jornada pessoal aqui por estas bandas e ainda temos a benesse de termos uma contagem decrescente, em tempo real, que nos diz os segundos de vida que nos restam até ao suspiro final.

Chama-se (obviamente)
TheDeathClock.
Uma coisa - assombrosamente - engraçada.

Há quem diga que isso é informação a mais e até quem se recuse pura e simplesmente a aceder ao site. Eu não tenho qualquer problema com isso. Para mim, mais vale saber quando a malta se vai embora e aproveitar à grande os dias (segundos, de acordo com o contador do site) que me restam!...

Na verdade, o que mais me salta à vista no episódio protagonizado por "moi mémme" e o DeathClock.com é que, ao fim de tantos anos (6... 7 anos, talvez...), o site continua activo e com novas opções, o que me sugere que há "mercado" para este "produto" (ou seja, que nestes anos muita gente passou pelo site à procura da preciosa - ou nem tanto assim - informação) e que esta coisa de querermos (ou não) saber quando será o nosso fim... não é assim tão descabida.

Tanto é escabroso sabermos (e "o fruto proíbido é sempre o mais apetecido"...) como, simultaneamente, é o contrário, para quem, como eu, se está bem lixando se dura "x" ou "y" anos, meses, dias, horas, minutos segundos, respectivos décimos, centésimos e/ou milésimos...

Toda esta situação parece-me um InSenso pegado.
Tanto pela existência de um site que se arroga a capacidade de delegar a um terminal de computador o cálculo de uma expectativa de vida a um ser humano (voltamos à questão criada pelo jogo de xadrez inventado pelos humanos mas que os derrota) como pela própria procura do ser humano pela resposta às perguntas que não têm... resposta.

Meus senhores... deixem-se disso, pá!
Ah!... E, já agora,... vivam bem, caraças!...




= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =


Não resisto a dizer-vos que há pouco vos "menti". Tenho um desejo para "depois de tudo".
Que se cumpra o poema "Fim", de Mário de Sá Carneiro.

: ]


2 inSensinho(s) assim...:

Miguel Branco disse...

Tambem lá fui e faltam-me 61 anicos para quinar (o que é óptimo), sendo que terei 91 lá para essa altura. O que me preocupa é se ainda haverá reformas em 2066?!?!
Como pagarei depois a net???
Já agora como tiveste conhecimento do blog deste Esbranquiçado Insensato do Camandro???
Os textos que lá tenho estou a retirá-los de outro blog meu mas que tem um nome pouco sugestivo e recomendável.
Boa Páscoa e aparece.
Eu cá virei diariamente

e. disse...

Faltam pouco menos de 16 aninhos... ah pois é, quem me manda ser pessimista? O pior de tudo é que morro poucos dias depois de completar 45 anos, ora bolas, espero ter tido uma festa em grande ;-)